Timber by EMSIEN-3 LTD
Jornal de Toledo

Jornal de Toledo

Um jovem de 18 anos morreu depois de bater frontalmente a motocicleta que conduzia contra um carro na noite deste domingo (2) em uma estrada rural no interior de Toledo. Uma jovem que estava na carona da moto sofreu ferimentos graves na cabeça e teve que ser hospitalizada.

O acidente aconteceu, segundo o portal Catve, quando o rapaz trafegava com a motocicleta Honda CG, com placa de Toledo, e foi atingido por um veículo Ford EcoSport, também de Toledo, que seguia na direção contrária.

O motociclista morreu na hora. A mulher que viajava como passageira sofreu ferimentos graves e foi encaminhada para o hospital. Os dois veículos ficaram bastantes destruídos e o motorista do carro ainda fugiu sem prestar socorro às vítimas, abandonando o veículo no local do acidente. A Polícia está à procura do dono do carro

Delegados da Polícia Civil e da Polícia Federal, reunidos no I Congresso Jurídico da Associação de Delegados da Polícia Judiciária (ADPJ), divulgaram no domingo (2) a “Carta de Touros” em que enumeram 22 medidas que representam “o legítimo anseio” da classe e “a justa expectativa da população brasileira”. Dois projetos legislativos de autoria do deputado Delegado Recalcatti (PSD), que tramitam na Assembleia Legislativa, foram incluídos no documento. O Congresso aconteceu de sexta-feira a domingo, em Touros, no Rio Grande do Norte.

“Os debates e palestras foram significativos sobre temas atuais que afetam diretamente o trabalho dos delegados de Polícia e, por consequência, o serviço das investigações judiciárias”, definiu o Delegado Recalcatti. De acordo com a “Carta de Touros”, os debates levaram em conta “as modernas concepções teóricas e práticas sobre o Sistema de Segurança Pública e de Justiça Criminal e o Papel das Polícias Judiciárias”.

Dentre as 22 medidas, foram incluídas duas propostas apresentadas no ano passado pelo deputado Delegado Recalcatti: a vedação de transferências de delegados de Polícia por pressão política (inamovibilidade) e a escolha do Delegado Geral de Polícia por eleição de lista tríplice. “Estas são medidas que já avançaram em alguns estados do Brasil e precisamos implantar no Paraná também”, afirmou o deputado.

De acordo com o documento, a inamovibilidade assegura que a remoção “somente pode ocorrer através de ato fundamentado de órgão colegiado superior por interesse público, que indique concretamente as circunstâncias fáticas justificadoras, não sendo suficientes ilações, meras referências a dispositivos legais, utilização de termos genéricos ou motivados por ingerência política”.

“A medida é necessária para evitar que investigações sejam interrompidas ou prejudicadas com transferências de delegados, muitas vezes, sem grandes justificativas”, disse o parlamentar. A inamovibilidade no Paraná está prevista na PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 04/2017 e a eleição de lista tríplice por delegados para a escolha do Delegado Geral tramita na Assembleia Legislativa pelo Projeto de Lei 02/2017. Na “Carta de Touros”, os profissionais exigem que a medida seja impositiva.

Novo delegado geral

Em discurso nesta segunda-feira (3), na Assembleia Legislativa, o deputado Delegado Recalcatti fez um relato da participação no Congresso no Rio Grande do Norte e também parabenizou as indicações do delegado Silvio Rockembach para ocupar o cargo de Delegado Geral da Polícia Civil do Paraná e do coronel Péricles de Mato que assumirá o Comando Geral da Polícia Militar. Os nomes foram anunciados na sexta-feira passada pelo futuro secretário de Segurança Pública, general Luiz Felipe Carbonell.

Comentário

Ao ter o nome citado em matéria veiculada neste domingo (18), do programa Fantástico, da Rede Globo de Televisão que trata sobre o 'caso Daniel', relacionado com o jogador de futebol assassinado após suposta festa reservada por uma família do Paraná, sob o título “Relações Perigosas de um Assassino Confesso”, o deputado estadual Delegado Recalcatti divulgou a seguinte Nota de Esclarecimento:

"1. A matéria é motivada pela intenção do Ministério Público do Estado do Paraná de abrir investigação sobre os bens de Edison Brittes, EM CUMPRIMENTO DE SUA FUNÇÃO CONSTITUCIONAL. São citados três objetos em posse do suspeito: um chip de celular de um criminoso morto; um veículo Veloster supostamente de um policial; e uma motocicleta de propriedade de um traficante.

2. Em momento algum, meu nome é relacionado na matéria com a posse desses três objetos pelo suspeito. Portanto, NADA TENHO A VER COM AS MOTIVAÇÕES DO MP DE ABRIR UM NOVO INQUÉRITO.

3. A citação de meu nome ocorre em função de um Boletim de Ocorrência de junho deste ano que registra a prisão do suspeito por posse de arma de fogo por policiais de trânsito. De acordo com o BO, o suspeito disse que tentaria falar comigo por ser deputado e delegado de polícia.

4. JAMAIS, PORÉM, RECEBI ESSA LIGAÇÃO E MUITO MENOS TRATEI COM A POLÍCIA SOBRE ESSA PRISÃO NA ÉPOCA.

5. A matéria apresenta um vídeo em que apareço cumprimentando a mulher do suspeito durante sua festa de aniversário de 2014. REPUDIO A TENTATIVA DE ME ENVOLVEREM COM O SUSPEITO, A SUA FAMÍLIA OU O CRIME COMETIDO, EM FUNÇÃO DE UM REGISTRO DE IMAGEM FEITO EM UMA ATIVIDADE SOCIAL, QUE ESTÁ DIVULGADA NA INTERNET HÁ QUASE QUATRO ANOS. Na ocasião, havia sido convidado para assistir a um dos jogos da Copa do Mundo de 2014 na casa dos pais da aniversariante.

6. Também circulam há algum tempo outras fotos em que apareço ao lado do suspeito, todas em atividades sociais e em locais diversos, com amigos em comum. Nenhuma foto, porém, foi tirada na casa do suspeito. COMO HOMEM PÚBLICO E PARLAMENTAR, JAMAIS ME RECUSEI A SER FOTOGRAFADO OU DAR UMA DECLARAÇÃO DE CARINHO A QUEM QUER QUE FOSSE. MINHA CARREIRA PROFISSIONAL SEMPRE SE PAUTOU NO BOM ATENDIMENTO DE TODOS OS QUE ME CERCAM OU DE MIM SE APROXIMAM.

7. Todos conhecem a minha reputação como policial e refuto essas ilações levadas ao ar sem uma devida e cabal comprovação do meu envolvimento com Edison Brittes ou com o Caso Daniel.

8. Coloco-me à inteira disposição da Justiça para quaisquer outros esclarecimentos e NÃO VOLTAREI A TRATAR DESTE ASSUNTO COM A IMPRENSA, UMA VEZ QUE ENTENDO TER SIDO INÓCUA A TENTATIVA DE REALIZAR UMA LIGAÇÃO DO MEU NOME COM AS ATIVIDADES CRIMINOSAS DE BRITTES OU A MORTE DO JOGADOR DANIEL.

9. Por fim, reafirmo minha estrita defesa do cumprimento da Lei e que o senhor Edison Brittes responda e pague pelos seus atos criminosos perante a Justiça.

Era o que tinha a esclarecer.

DEPUTADO ESTADUAL DELEGADO RECALCATTI"

Comentário

Os cursos de Medicina do Brasil ganham força a partir dessa decisão do presidente eleito Jair Bolsonaro de que só vão poder atuar nos país os profissionais que estejam dispostos a participar do programa de revalidação após a conclusão do curso. Essa regra também vale para aqueles que buscam uma formação profissional nas universidades de fronterira, como na Bolívia e no Paraguai, por exemplo.

Na opinião do diretor da UCP, a Universidad Central del Paraguai, Karlos Bernardo, as instituições que forem mais competentes e demonstrarem, com ensinos práticos e metodologia adaptada ao sistema de saúde pública do Brasil, vão ter melhores oportunidades agora. 'Estamos preparados, a procura pelo nosso curso só aumentou, estamos expandindo os espaços físicos e incrementando o ensino, prontos para colaborar com essa nova política', comentou o diretor da universidade paraguaia.

O presidente Jair Bolsonaro foi enfático ao dizer que as condições básicas para a permanencia de cubanos, por exemplo, no programa Mais Médicos, a partir de janeiro, será a participação dos profissionais da ilha nos cursos de capacitação e revalidação do diploma, o repasse integral dos valores pactuados entre governos ao próprio médico e a vinda desse profissional junto com a família, para melhor adaptação no Brasil. O governo cubano rejeitou essas condições e decidiu sair do programa.

Compatibilidade

Com disciplinas compatíveis aos planos curriculares do Brasil "e com a qualidade de ensino que estamos oferecendo aos brasileiros que estão vindo se graduar no Paraguai e em nossa instituição, não temos dificuldade em afirmar que os médicos formados aqui na UCP, por exemplo, terão plenas condições de ser aprovados no Revalida", disse Karlos, para quem a definição de regras e normas dará mais tranquilidade para que eles possam fazer o exame e dar início na vida profissional. O curso de Medicina da UCP também está regularmente aprovado pelo Cones (o Conselho Nacional de Educação Superior) do Paraguai.

Comentário

O ex-vocalista e um dos fundadores do Pink Floyd, Roger Waters, voltou a protestar contra o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) durante show em Curitiba na noite deste sábado (27), mesmo advertido de que poderia ser preso se ferisse a lei eleitoral que proíbe manifestações político-eleitorais a partir das 22 horas do dia que antecede as eleições.

O fundador do Pink Floyd usou os últimos 30 segundos de que teria direito para se manifestar contra Bolsonaro. Às 21h58, as luzes do estádio Couto Pereira se apagaram e, no telão, foi exibida uma mensagem contra o fascismo e a frase "Ele Não!", contra o candidato, conforme repercutiu o portal Uol.

Comentário

Agentes da Divisão de Homicídios e da Polícia Técnica da Polícia Nacional do Paraguai em Pedro Juan Caballero encontraram, quarta-feira (10), o veículo Fiat, tipo Argo, de cor branca, placas BCJ 9746, de Ponta Grossa (PR), com o qual o jovem paranaense, Cleiton Gonçalves Mendes, de 29 anos, desapareceu desde à noite do domingo (7) passado, após ter se comunicado pela última vez com familiares.

O jornal Poranews informa que o carro foi encontrado incendiado em um caminho vicinal da colônia Cerro Coraí a uns três quilômetros da fronteira com Ponta Porã, depois que o desaparecimento do rapaz com o carro foi divulgado pelos meios de comunicação da fronteira.

cleiton

O fato foi comunicado às autoridades brasileiras que, via o SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil, ajudam a procurar pelo jovem. Informações não confirmadas indicam que Cleiton poderia ter conhecido alguém na região que o teria atraído a região ou que ele próprio tenha alguma ligação com o crime organizado na fronteira. A Polícia não descarta nenhuma dessas hipóteses.

Comentário

A Universidade Paranaense está em festa. A Instituição acaba de conquistar nota máxima na avaliação da modalidade EAD (Educação a Distância), feita pelo MEC (Ministério de Educação). O conceito 5 veio após as vistorias para o recredenciamento, realizada por uma comissão do órgão federal, e está sendo comemorado por estudantes, professores, colaboradores e gestores.

Conforme a legislação em vigor, a avaliação de recredenciamento é obrigatória para a IES (Instituição de Ensino Superior) que oferece cursos de graduação na modalidade a distância, como é o caso da Unipar, que implantou a modalidade em 2007. As vistorias in loco da Comissão Avaliadora do INEP/MEC aconteceram entre os dias 26 e 30 do mês passado, na Unidade-Sede da Unipar, em Umuarama.

“Esse conceito 5 veio consagrar todo o trabalho que desenvolvemos, dando credibilidade ao diploma dos nossos alunos. Para nós é uma grande satisfação, já que temos a responsabilidade de honrar com esta tradição da Unipar, que é a de oferecer sempre um ensino de qualidade”, afirma a diretora executiva de Gestão da Educação a Distância – EAD/Unipar, professora Ana Cristina Codato. Ela diz também que a conquista motiva toda a equipe: “Temos orgulho do que fazemos, passando sempre segurança para todos os colaboradores envolvidos, por isso acreditamos que esse conceito vai melhorar ainda mais essa nossa interação”.

A diretora informa ainda que, desde que foi implantada, a EAD-Unipar tem investido muito em inovação para dispor ao aluno sempre tecnologias modernas e, dessa forma, primando pela excelência. “Atualmente, no Brasil, há muitas universidades e faculdades ofertando a modalidade, mas poucas têm esse conceito 5. Fazemos parte, portanto, de um grupo seleto, o que só vem rotular nosso diferencial e reafirmar o potencial da Universidade Paranaense”.

O Reitor Carlos Eduardo Garcia traduz esta conquista como ”uma injeção de ânimo ao grande time da EAD-Unipar” e “uma reafirmação positiva do trabalho que vem sendo desenvolvido, provando que estamos no caminho certo”. Demonstrando alegria, diz também que “recebeu a notícia com serenidade, mas não com pouca festa”. E acrescenta: “Não esperávamos menos deste time que se empenha diária e incansavelmente para que a competência desse trabalho seja reconhecida”. Para o Reitor, esse reconhecimento vem comprovar a preocupação da Unipar em colocar, também no ensino a distância, toda a seriedade e o dinamismo adquiridos nesses mais de 45 anos de experiência na oferta do ensino presencial.

11 anos de EAD

Desde 2007, a Universidade oferece essa modalidade aos que não podem fazer um curso presencial. De lá para cá, com os grandes investimentos realizados, a EAD/Unipar só cresceu. Atualmente, ela está em sete estados do Brasil, com 44 polos parceiros. Ferramentas tecnológicas de alto nível, corpo docente e tutores qualificados e polos com modernas instalações dão credibilidade aos cursos da Unipar. O acesso às aulas e aos materiais didáticos de cada curso acontece por meio do aplicativo AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem). Com isso, o aluno pode estudar em qualquer hora e lugar, sem a necessidade de estar presente nos polos de apoio.

Comentário

Dois homens foram presos pela PF (Polícia Federal) com 305 quilos de cocaína no Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná, no final da noite desta quinta-feira (28), publica o portal G1.

A polícia e a Receita Federal foram acionadas após alguns funcionários identificarem movimentos suspeitos próximos a pilhas de contêineres. Os presos foram encaminhados para a PF, e a droga foi apreendida pela Receita.

Desde o início do ano, a Receita já apreendeu mais de quatro toneladas da droga no terminal. Em uma das apreensões, em agosto, os fiscais encontraram 486 quilos de cocaína em um dos contêineres. A droga seria levada para o Porto de Le Havre, na França, de acordo com a divulgação.

Comentário

Um adolescente, de 15 anos, entrou armado e atirou contra colegas de classe do Colégio Estadual João Manoel Mondrone, em Medianeira, no oeste do Paraná. De acordo com o portal G1, o ataque foi registrado por volta das 9h desta sexta-feira (28).

Segundo a polícia, dois alunos ficaram feridos, um deles, de 15 anos, gravemente, com um tiro nas costas, próximo à coluna vertebral. Ele foi transferido para o Hospital Municipal de Foz do Iguaçu, cidade maios próxima do ocorrido. O outro, de 18 anos, foi atingido de raspão em uma das pernas, encaminhado ao hospital, onde recebeu um curativo e já foi liberado.

O suspeito e outro adolescente, que supostamente dava cobertura ao atirador, foram apreendidos e levados para a delegacia.

No momento do ataque, houve tumulto e correria. À polícia, o estudante, filho de agricultores, disse que vinha sofrendo bullying, que tinha ao menos cinco alvos e que saiu de casa decidido a praticar o ataque. Com os dois foram apreendidos um revólver calibre 22, munição e uma faca.

De acordo com a polícia, uma carta com pedido de desculpas foi encontrada no material escolar do suspeito, além de recortes com notícias de ataques ocorrido em escolas dos Estados Unidos e do Brasil, conforme a publicação.

Comentário

O secretário chefe da Casa Civil do Governo, deputado federal licenciado Dilceu Sperafico, participa nesta sexta-feira (28), juntamente com o prefeito Lucio de Marchi, da assinatura de autorização para licitação de obras e serviços que vão injetar mais de R$ 5 milhões no município de Toledo.

Os serviços compreendem a urbanização do Parque Diva Paim Barth, no valor de R$ 1.969 milhões, a reforma do Centro de Eventos Ismael Sperafico, onde serão aplicados R$ 2.207 milhões e a formalização de novo convênio para compra de dois caminhões e uma retroescavadeira, da ordem de R$ 905 mil.

Ainda durante o ato, que vai acontecer na Prefeitura de Toledo, serão entregues um veículo, equipamentos e instrumentos para a Secretaria da Juventude do Município. O ato está marcado para às 10 horas.

Página 1 de 24

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br
(67) 99913-8196
Lucas Bertoletti
Email: lucas@douranews.com.br
(45) 99931-7131

Rua Guaíra , 1917
Jardim Pancera – Toledo - PR
CEP 85902-192
E-mail: jornaldetoledo@gmail.com