Timber by EMSIEN-3 LTD
Terça, 10 Abril 2018 16:06

Reabertura do Mini-hospital completa um ano reforçando compromisso com a população

Escrito por Assessoria
Reabertura do Mini-hospital completa um ano reforçando compromisso com a população Assessoria

“Não faço promessas, assumo compromissos com a população, de forma transparente”. A frase é do prefeito Lucio de Marchi. Compromisso assumido e cumprido. Nesta terça-feira (10), a reabertura do Pronto atendimento Dr. Jorge Milton Nunes (Mini-hospital), localizado na Vila Pioneiro, que funciona 24 horas, completa um ano. Neste período mais de 41 mil atendimentos entre adultos/crianças foram realizados. Fruto do Plano de Governo da atual gestão a unidade amenizou um dos principais gargalos do município: a saúde.

O Mini-Hospital funcionou durante 24 anos ininterruptos, porém, em 2014 foi fechado. A reabertura aconteceu em abril de 2017, devido ao compromisso da gestão com a população: principalmente da região da Vila Pioneiro que aproximadamente têm mais de 50mil moradores e com toda a cidade de Toledo. Atualmente para cuidar dos pacientes, 100 profissionais, entre médicos clínicos, técnicos, enfermeiros, entre outras funções dividem o espaço dos mais de 25 leitos e consultórios.

“Estamos felizes com esse um ano de reabertura. O Mini-hospital sempre foi uma referência, onde às pessoas procurava atendimento médicos, temos certeza que 99,99% dos pacientes foram bem atendidas. É uma grande conquista. Apesar da dificuldade financeira inicial tudo está de acordo com as exigências da Vigilância. A reabertura do Mini-hospital foi mais um passo importante na prestação de serviço no município”, afirma o prefeito Lucio de Marchi.

“Para nós é motivo de alegria ter conseguido abrir este equipamento, pois muita gente achou que não era possível. Foi um esforço de todo coletivo que compõem a administração, apesar das criticas, muitos disseram que era medida eleitoreira, e não há como se pensar assim se avaliar que só no ano passado foram mais de 30 mil atendimentos”, destaca o vice-prefeito Tita Furlan.

TRABALHO

A diretora do Mini-hospital Denise Franz também comemora o retorno do funcionamento que garante um atendimento de qualidade a comunidade e comodidade. “As expectativas foram além do esperado neste um ano de abertura. Percebemos o quanto os moradores da região estão satisfeitos, pois era muito difícil o deslocamento para o outro lado da cidade”.

Conforme a diretora, a reabertura trouxe avanços para a saúde do município como o atendimento de especialista na área de ortopedia. “Hoje contamos com atendimento de ortopedista na unidade, isso é bem resolutivo, pois antes dependíamos muito do Hospital e do Ciscopar e agora podemos resolver mesmo os casos mais simples tanto do Mini como da Unidade Pronto Atendimento (UPA)”.

FORÇA-TAREFA

Para colocar em funcionamento o município investiu aproximadamente R$ 1 milhão em reforma e aquisição de equipamentos, móveis, e outros itens, por meio do convênio com a Associação de Pessoas com Lesão Por Esforço Repetitivo (Apler). /Justiça Federal, e ainda recebeu cerca de R$ 200 mil do Governo do Estado em equipamentos. Toda a estrutura do Mini-hospital foi reorganizada.

Para atender as exigências da Vigilância Sanitária e do Corpo de Bombeiros foram realizadas readequações o espaço e cumprimento de alguns critérios. A unidade de 1.178 metros quadrados conta com sala de emergência com quatro leitos, dois ventiladores mecânicos monitores cardíacos, enfim temos todos os equipamentos necessários para emergência, sala de sutura de instalação, Farmácia hospitalar, sala de pequenos procedimentos e Central de Esterilização.

Conforme o secretário de Saúde Thiago Stefanello, o principal compromisso da unidade é melhorar o atendimento prestado aos pacientes do município, e isso tem se alcançado. “A reabertura do Mini-hospital era um anseio da população. Mais do que isso, era uma necessidade para organizar o fluxo de atendimento as urgências gerando mais qualidade e agilidade. Até dia 30 de março realizamos 41.237 atendimentos com apenas 42 óbitos. O trabalho é positivo, os servidores estão de parabéns e a cidade sai ganhando”.

MAIS INVESTIMENTOS

O prefeito reforça que outros investimentos na saúde já estão garantidos. Anexo ao Mini-hospital seguem as obras da Farmácia que ficará aberta das 7h às 19h. Outra novidade é a Central de Especialidades, além disso, a gestão estuda ampliação dos consultórios. “Nos próximos dias deve começar as obras da Central de Fisioterapia e Reabilitação, um grande complexo de saúde que iniciou com o Mini-hospital”.

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br
(67) 99913-8196
Lucas Bertoletti
Email: lucas@douranews.com.br
(45) 99931-7131

Rua Guaíra , 1917
Jardim Pancera – Toledo - PR
CEP 85902-192
E-mail: jornaldetoledo@gmail.com