Timber by EMSIEN-3 LTD
Segunda, 03 Dezembro 2018 14:18

Congresso de Delegados de Polícia inclui duas propostas de Recalcatti

Escrito por
Deputado Delegado Recalcatti mantém postura de defensor da Segurança Pública no mandato Deputado Delegado Recalcatti mantém postura de defensor da Segurança Pública no mandato Pedro de Oliveira/Alep

Delegados da Polícia Civil e da Polícia Federal, reunidos no I Congresso Jurídico da Associação de Delegados da Polícia Judiciária (ADPJ), divulgaram no domingo (2) a “Carta de Touros” em que enumeram 22 medidas que representam “o legítimo anseio” da classe e “a justa expectativa da população brasileira”. Dois projetos legislativos de autoria do deputado Delegado Recalcatti (PSD), que tramitam na Assembleia Legislativa, foram incluídos no documento. O Congresso aconteceu de sexta-feira a domingo, em Touros, no Rio Grande do Norte.

“Os debates e palestras foram significativos sobre temas atuais que afetam diretamente o trabalho dos delegados de Polícia e, por consequência, o serviço das investigações judiciárias”, definiu o Delegado Recalcatti. De acordo com a “Carta de Touros”, os debates levaram em conta “as modernas concepções teóricas e práticas sobre o Sistema de Segurança Pública e de Justiça Criminal e o Papel das Polícias Judiciárias”.

Dentre as 22 medidas, foram incluídas duas propostas apresentadas no ano passado pelo deputado Delegado Recalcatti: a vedação de transferências de delegados de Polícia por pressão política (inamovibilidade) e a escolha do Delegado Geral de Polícia por eleição de lista tríplice. “Estas são medidas que já avançaram em alguns estados do Brasil e precisamos implantar no Paraná também”, afirmou o deputado.

De acordo com o documento, a inamovibilidade assegura que a remoção “somente pode ocorrer através de ato fundamentado de órgão colegiado superior por interesse público, que indique concretamente as circunstâncias fáticas justificadoras, não sendo suficientes ilações, meras referências a dispositivos legais, utilização de termos genéricos ou motivados por ingerência política”.

“A medida é necessária para evitar que investigações sejam interrompidas ou prejudicadas com transferências de delegados, muitas vezes, sem grandes justificativas”, disse o parlamentar. A inamovibilidade no Paraná está prevista na PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 04/2017 e a eleição de lista tríplice por delegados para a escolha do Delegado Geral tramita na Assembleia Legislativa pelo Projeto de Lei 02/2017. Na “Carta de Touros”, os profissionais exigem que a medida seja impositiva.

Novo delegado geral

Em discurso nesta segunda-feira (3), na Assembleia Legislativa, o deputado Delegado Recalcatti fez um relato da participação no Congresso no Rio Grande do Norte e também parabenizou as indicações do delegado Silvio Rockembach para ocupar o cargo de Delegado Geral da Polícia Civil do Paraná e do coronel Péricles de Mato que assumirá o Comando Geral da Polícia Militar. Os nomes foram anunciados na sexta-feira passada pelo futuro secretário de Segurança Pública, general Luiz Felipe Carbonell.

Última modificação em Segunda, 03 Dezembro 2018 18:41

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br
(67) 99913-8196
Lucas Bertoletti
Email: lucas@douranews.com.br
(45) 99931-7131

Rua Guaíra , 1917
Jardim Pancera – Toledo - PR
CEP 85902-192
E-mail: jornaldetoledo@gmail.com