Timber by EMSIEN-3 LTD
Sábado, 23 Dezembro 2017 09:41

O comércio e a confiança em Natal melhor em 2017

Escrito por Dilceu Sperafico

Como a vida é um constante recomeço, o espírito natalino, conhecido pelo otimismo em relação ao futuro e a valorização de relações humanas e conquistas recentes, parece haver tomado os sentimentos de boa parcela dos brasileiros.

Prova disso é a confiança de entidades empresariais, comerciantes e prestadores de serviços de todo o País, que há meses afirmam esperar para 2017 o melhor Natal dos últimos três anos.

Conforme dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgados recentemente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o volume de salários recebidos pelos trabalhadores somou 188,1 bilhões de reais no terceiro trimestre de 2017.

O montante gerado pelo mercado de trabalho nacional representa quase sete bilhões de reais a mais em circulação na economia no período de um ano, o que, sem dúvida, se reflete no crescimento das vendas para os presentes e festejos deste Natal.

Depois de atingir o recorde de 191,5 bilhões de reais no quarto trimestre de 2014, a massa de salários enfrentou derrocada até ficar em 181,1 bilhões de reais no terceiro trimestre de 2016. Desde então, a massa salarial cresceu 3,9%, o que significa a recuperação de sete bilhões de reais.

Conforme Fabio Bentes, chefe da Divisão Econômica da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o setor sabe que a remuneração do trabalho é o principal combustível do consumo, tanto de bens quanto de serviços. Com base nisso, a instituição prevê a revisão para cima de projeções de vendas para o Natal deste ano.

De acordo com a CNC, o varejo deverá movimentar 34,3 bilhões de reais em vendas no Natal de 2017, com crescimento de 4,3% em relação ao mesmo período do ano passado, após dois anos seguidos de perdas.

Para o dirigente da CNC, o mercado de trabalho sempre fundamenta o consumo, pois fatores temporários, como redução de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) ou liberação de saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), mesmo contribuindo para o aumento das vendas, têm reflexos limitados.

Dessa forma, a perspectiva da classe empresarial é que o desempenho da massa salarial se reflita na expansão das vendas de Natal, até porque com o aumento da população ocupada, muitas pessoas deixam de temer o desemprego, o que eleva o consumo e os sinais do mercado de trabalho são muito positivos e até melhores do que o estimado anteriormente.

Prova disso é que em apenas um trimestre, a massa de salários em circulação na economia nacional cresceu em 2,6 bilhões de reais. Além disso, o mercado brasileiro está recebendo o acréscimo de 200,5 bilhões de reais, por conta do pagamento de 13º salário a cerca de 83 milhões de trabalhadores.

O valor equivale a 3,2% do Produto Interno Bruto (PIB) do País e foi ou está sendo pago aos trabalhadores do mercado formal. Em média, o rendimento anual do trabalhador brasileiro será de 2.251,00 reais.

Citamos esses números positivos como forma de fundamentar os nossos votos de feliz Natal a todos os paranaenses e brasileiros, através da materialização do amor e do respeito entre as famílias e cidadãos individuais, na confraternização e troca de presentes e mensagens positivas.

O mesmo vale para o Ano Novo, pois mesmo devendo preservar e cultuar as lições do passado, recente ou não, para não voltar a cometer os mesmo erros e equívocos, temos sempre de acreditar num futuro melhor para todos nós.

*O autor é deputado federal pelo Paraná. E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br
Lucas Bertoletti
Email: lucas@douranews.com.br

Rua Guaíra , 1917
Jardim Pancera – Toledo - PR
CEP 85902-192
Tel.: 45 3056-5758
E-mail: jornaldetoledo@gmail.com