Timber by EMSIEN-3 LTD
Jornal de Toledo

Jornal de Toledo

O deputado Luiz Carlos Martins (Progressista) apresentou na Assembleia Legislativa do Paraná o projeto de lei 246/2019 que assegura às mulheres em idade fértil a realização do exame que detecta a trombofilia. Não é uma doença, mas sim uma condição para desenvolver trombose, causada por defeitos na coagulação do sangue que favorecem a formação de coágulos (trombos). Pode ser hereditária ou adquirida.

O projeto estabelece que todas as mulheres entre 10 e 49 anos de idade possam realizar o exame em todos os estabelecimentos de saúde, públicos ou privados, credenciados ao SUS (Sistema Único de Saúde), mediante guia de solicitação médica.

“O que que queremos é alertar a sociedade e os órgãos do Estado ligados à Saúde, da necessidade desse exame, que previne os processos de trombose, principalmente nos casos em que essa condição apareça na gravidez. Isso pode evitar abortos espontâneos e colocar à disposição da mulher a possibilidade de tratamento da trombofilia”, diz Martins.

O exame já é ofertado com base em lei pela rede pública de saúde em Mato Grosso do Sul, na cidade de São Paulo, em Passos de Minas (MG), entre outros, justifica o parlamentar paranaense.

O projeto prevê também que o órgão responsável pela saúde no Estado realize campanhas sobre os riscos da trombofilia em mulheres que fazem uso de anticoncepcional e que são portadoras do gene, além dos cuidados que a gestante precisa ter para prevenção e tratamento. Se não for tratada, a trombofilia pode diminuir as chances de ter um filho vivo para 10%. Com o tratamento, essa taxa sobe para 85 a 90%.

Comentário

Deu tudo certo para o Toledo na primeira partida da final do Paranaense, neste domingo (14), quando, jogando em casa, depois de segurar o Athletico durante toda a partida, o Porco fez o gol da vitória já nos acréscimos com Fandinho, que deixou o placar em 1 a 0 e com vantagem para o segundo jogo decisivo, na Baixada.

O Furacão tentou mais durante toda a partida, mas também mostrou pouca capacidade de finalizar. O primeiro e o segundo tempo foram de poucas emoções, com algumas chances raras e uma pequena luta particular entre Erick, do Athletico, e André Luiz, do Toledo, mas sem grandes momentos.

A partida decisiva do Paranaense fica para a Arena da Baixada, no próximo domingo (21), às 16 horas. O Toledo tem a vantagem do empate para levar o título de campeão. Novo placar de 1 a 0 ou qualquer resultado com diferença de apenas um gol para o Athletico leva a decisão para os pênaltis, publica o Globoesporte.com

Comentário

Uma idosa de 71 anos morreu ao ser atingida por um tiro em Campo Mourão, no centro-oeste do Paraná, na noite deste sábado (13). Segundo a PM (Polícia Militar), o tiro foi disparado pelo neto dela acidentalmente.

Ainda de acordo com a polícia, a família estava confraternizando em uma usina, e o neto, que é empresário, pegou uma espingarda de calibre 32 e ela disparou acertando a nuca da idosa. A mulher chegou a ser socorrida e levada para um pronto-socorro, mas não resistiu, publica o canal RPC.

Comentário

O deputado Delegado Recalcatti (PSD) e mais cinco titulares da Comissão de Segurança, da Assembleia Legislativa, assinaram documento encaminhado ao Governo solicitando a suspensão dos efeitos do dispositivo da Lei 18.907/2016, editada na administração anterior, que cancelou por tempo indeterminado o pagamento da data-base dos servidores públicos.

No requerimento, encaminhado ao governador Ratinho Junior, eles observam que a defasagem salarial “está inquietando nossos quartéis, departamento e institutos”, referindo-se aos servidores das Polícias Militar, Civil e Científica e do sistema penitenciário.

“Os servidores estaduais, incluindo os das forças de segurança, já fizeram o sacrifício em favor do equilíbrio fiscal do Estado e não cabe mais, três anos depois, ainda serem submetidos a esta situação”, afirmou Recalcatti. “Queremos um posicionamento oficial do governo a respeito dessa questão”, completou.

No requerimento, os parlamentares relataram que a defasagem salarial atinge hoje 16,36%. “Salientamos que os servidores dos poderes Legislativo e Judiciário, Ministério Público e Tribunal de Contas já receberam todos estes reajustes integralmente”, anotaram.

Os deputados ainda sugerem ao governo estadual a apresentação de um plano para o pagamento. “Propomos que esta reposição seja efetuada até de forma facilitada em parcelas mensais vinculado ao crescimento vegetativo da arrecadação do Estado e que, desta maneira, venha a contribuir com a gestão governamental”, escreveram no requerimento. Além de Delegado Recalcatti, vice-presidente da Comissão de Segurança, assinaram o documento os deputados estaduais Coronel Lee, Soldado Adriano, Delegado Fernando, Delegado Jacovós e Subtenente Everton.

Comentário

Morreu neste domingo (7), em decorrência de complicações no tratamento de um câncer no esôfago, o funcionário público aposentado do Ministério da Saúde em Umuarama, Jesuíno da Natividade, de 75 anos.

‘Seo’ Jesuíno, como os amigos o tratavam, teve como último local de trabalho, antes de se aposentar, o setor administrativo do Consórcio Intermunicipal de Saúde – Cisa-Amerios. A notícia do falecimento deixou os colegas consternados.

No trabalho, Jesuíno era conhecido pela simpatia, gentileza e bom caráter. Um verdadeiro exemplo de servidor público, definiram os colegas. “Ele era aquele senhor que deixava tudo organizado. Apontava os lápis, organizava as canetas... tudo em fileiras”, recordou uma das colegas.

Jesuíno da Natividade nasceu em agosto de 1943 e deixa três filhos (Denise, Suzana e Michel) e três netos, além de uma legião de amigos e admiradores que conquistou ao longo da carreira como servidor público da saúde.

O funeral acontece na Capela 2 da Umuprev e o sepultamento está agendado para às 15 horas desta segunda-feira (8) no cemitério municipal.

Comentário

Um dia de atendimento, carinho e prestação de serviço. Foi assim que médicos, universitários e colaboradores da UCP (Universidad Central Del Paraguay) passaram o sábado (23) na comunidade Capitan Sosa da cidade de Horqueta no interior do Paraguai. Foram feitos 315 atendimentos de atenção básica, cuidados médicos e de enfermaria, atenção psicológica e até distribuição de medicamentos para as pessoas.

O trabalho faz parte da extensão universitária e teve o apoio da Prefeitura local através do prefeito Jorge Urbieta que se mostrou muito satisfeito com os resultados. “Temos muitas carências em nossa comunidade e uma ajuda como esta é sempre bem-vinda. Hoje foram atendidas aqui grávidas, pessoas idosas e com necessidades especiais e muitas crianças que precisavam de atendimento médico e psicológico”, disse o prefeito.

O projeto ‘Mais Saúde na Fronteira’ tem como objetivo levar este tipo de atendimento alcançando um impacto social nas comunidades atingidas, melhorando a atenção básica e é também uma forma de mostrar aos futuros profissionais médicos a necessidade de se trabalhar em comunidade com a detecção de doenças e ter um tratamento rápido e eficaz dessas enfermidades.

De acordo com a professora e médica da Universidad Central Del Paraguay, Adriely Pagnocelli, este tipo de evento deve ser oferecido em todas as comunidades que necessitem da presença de profissionais de saúde e a UCP conta com estrutura e recursos humanos para levar mais qualidade de vida às pessoas, ao mesmo tempo em que aumenta o conhecimento dos universitários.

Comentário

O deputado Delegado Recalcatti (PSD) e outros parlamentares da bancada da segurança pública estão se mobilizando para derrubar no Paraná a possibilidade de cassação de aposentadorias de policiais civis e militares. “Na semana passada, recebi a visita de seis policiais militares, bastante aflitos, que representavam mais de 70 ex-policiais que tiveram suas aposentadorias cassadas por decisões absurdas e inconstitucionais”, afirmou Recalcatti em pronunciamento, nesta segunda-feira (25) da tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná.

Segundo o parlamentar, a medida tem sido aplicada mesmo com decisões judiciais considerando ilegal a pena de cassação de aposentadoria em São Paulo, Bahia, Santa Catarina, Mato Grosso e até mesmo no Paraná. Recalcatti é autor de projeto de Lei Complementar que retira a penalidade do Estatuto da Polícia Civil. Na semana passada, ele assinou projeto de lei junto com o deputado Coronel Lee prevendo a retirada da legislação da Paraná Previdência da pena de cassação.

“Os integrantes do Poder Judiciário e do Ministério Público, quando cometem falta grave no exercício de suas funções, sofrem como maior penalidade a sua aposentadoria compulsória e, caso já tenham cumprido com o seu tempo, recebem seus proventos integrais; caso contrário, percebem vencimentos proporcionais ao da sua contribuição”, destacou Recalcatti, comparando a situação dos policiais com a dos juízes, desembargadores, promotores e procuradores.

“Já os policiais civis e militares, mesmo tendo cumprido com todas as suas contribuições, e já estando no gozo de suas aposentadorias, acabam tendo seus vencimentos cortados de forma abrupta e escandalosa”, disse. “O policial, após 30 anos de efetiva contribuição, está sendo usurpado de seus direitos e garantias fundamentais previstos na Constituição, sendo que o Estado está se locupletando de suas contribuições quando aplica a pena de cassação de aposentadoria”, denunciou.

Comentário

As receitas acima do previsto e a execução abaixo do previsto de algumas despesas fizeram o Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) cumprir a meta de déficit primário com folga em 2018. Segundo números divulgados nesta terça-feira (29) pelo Tesouro Nacional, o resultado ficou negativo em R$ 120,3 bilhões no ano passado, contra déficit de R$ 124,3 bilhões registrado em 2017.

O déficit primário representa o resultado negativo nas contas do governo desconsiderando o pagamento dos juros da dívida pública. Esse foi o quinto ano seguido de resultado negativo nas contas públicas. Mesmo assim, o resultado de 2018 foi o melhor desde 2014, quanto o déficit tinha chegado a R$ 23,482 bilhões.

O déficit fechou 2018 melhor que o esperado. Segundo o Prisma Fiscal, pesquisa do Ministério da Economia divulgada todos os meses, as instituições financeiras esperavam déficit de R$ 126,062 bilhões para o Governo Central no ano passado.

Apesar da melhora em 2018, o resultado de dezembro apresentou piora. No mês passado, o déficit somou R$ 31,8 bilhões, alta de 51,1% em relação aos R$ 21 bilhões registrados em dezembro de 2017.

De acordo com o Tesouro Nacional, três fatores contribuíram para a diminuição do déficit em 2018. O primeiro foi o fato de a receita líquida ter vindo R$ 5,9 bilhões acima do projetado no ano passado. Isso foi influenciado tanto pelo pagamento de renegociações de dívidas com a União como pelo crescimento das receitas com royalties de petróleo, que aumentaram 60% acima da inflação em 2018 por causa da elevação do preço internacional do barril e da alta do dólar.

O segundo fator foi a execução da despesa ter ficado R$ 32,8 bilhões abaixo do programado. Parte dessa diferença deve-se ao represamento de R$ 7,7 bilhões de recursos em ministérios. Chamado de ‘empoçamento’, esse processo ocorre quando a equipe econômica libera recursos, mas os ministérios não conseguem gastá-los por problemas de gestão ou de subvinculações orçamentárias que dificultam o remanejamento de verbas.

Até novembro, o empoçamento estava em torno de R$ 15 bilhões, o que indica que o Poder Executivo conseguiu acelerar a execução do Orçamento no último mês do ano. Outra despesa que ficou abaixo do projetado foi a subvenção do diesel. Introduzido após a greve dos caminhoneiros, esse gasto consumiu R$ 5,7 bilhões em 2018, diferença de R$ 6,4 bilhões em relação ao valor original de R$ 12,1 bilhões.

Receitas acima do previsto

Em 2018, as receitas líquidas acumularam alta de 2,6% acima da inflação oficial pelo IPCA, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo. As despesas totais, em contrapartida, subiram em ritmo menor: 2% acima da inflação. Os gastos com a Previdência Social subiram 1,5% além da inflação, contra alta de 1,2% (também acima da inflação) dos gastos com pessoal.

As demais despesas obrigatórias, no entanto, acumularam queda de 2% descontada a inflação, por causa principalmente da redução dos gastos com o Fies, o Fundo de Financiamento Estudantil (-55,9%, descontada a inflação), com subsídios (-20,9%) e com abono e seguro desemprego (-5,2%).

As despesas de custeio (manutenção da máquina pública) acumularam alta de 5,3% acima da inflação no ano passado. Os investimentos (obras públicas e compra de equipamentos) somaram R$ 53,132 bilhões, alta de 12,2% além da inflação em relação ao ano passado.

Os gastos com o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), programa de investimentos federais que vigorou até o ano passado, somaram R$ 27,596 bilhões em 2018, queda de 10,1% em relação a 2017, descontada a inflação, conforme dados divulgados pela Agência Brasil de notícias.

Comentário

Um incêndio de grande proporção atingiu, por volta das 20 horas deste sábado (26), a Central de Triagem e Coleta Seletiva de Resíduos, localizada no Aterro Municipal de Toledo. O fogo se alastrou rapidamente nos materiais e nos equipamentos. O vigia, que estava no local, acionou a equipe do Corpo de Bombeiros, que rapidamente controlou o incêndio. Boa parte do material reciclável armazenado no local foi destruído, assim como alguns equipamentos. Nenhuma pessoa ficou ferida.

Durante toda a manhã, as equipes trabalharam com a organização dos materiais e na manutenção preventiva dos equipamentos. A suspeita é de que um curto circuito teria provocado o sinistro. O prefeito Lucio de Marchi determinou uma perícia mais apurada para tentar identificar as causas do incêndio. “Quero uma investigação sobre o ocorrido. Estávamos na véspera de iniciar grandes mudanças no formato e modelo de coleta seletiva e no próprio funcionamento do barracão, precisamos saber de fato o que realmente aconteceu”, disse ele.

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente lamentou o ocorrido e reitera que todo trabalho realizado na Central de Triagem será reconstruído. Assim, como o apoio às famílias, que fazem parte da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Toledo e tem a destinação correta dos resíduos como principal fonte de renda, segundo material distribuído na manhã deste domingo (27) pela assessoria de comunicação da Prefeitura.

Para maximizar ainda mais a experiência de seus clientes, a Mestre-Cervejeiro.com, maior rede de lojas de cervejas artesanais do Brasil, inaugura um novo conceito de franquia: o Espaço Mestre-Cervejeiro.com Todelo. O novo espaço será inaugurado oficialmente e aberto ao público na quinta-feira (24), a partir das 18 horas em uma área com mais de 300m², divididos entre ambientes abertos e fechados. O espaço conta com dois containers.

Em um deles vai funcionar uma loja Mestre-Cervejeiro.com, com mais de 110 rótulos de cervejas artesanais, nacionais e importadas, 6 torneiras de chope com sistema autosserviço, além de presentes e acessórios da marca como bonés, camisetas, growlers, abridores, copos e taças. Já no segundo container, funciona a JPL Hamburgueria, oferecendo ao cliente várias opções de hambúrgueres e porções.

A nova unidade tem ambiente agradável e familiar e é um investimento do casal Priscila Souto e Fernando Guth. “Em visita a outras unidades, conseguimos observar a qualidade e a diversidade dos produtos, com uma proposta visual clara e ótimo atendimento ao cliente”, explica Priscila.

O Espaço será uma das atrações de Toledo e une boa comida e bebida em um negócio inédito na cidade. “Eu sempre tive como meta abrir um empreendimento que não tivesse qualquer semelhança com um bar ou balada, apenas um espaço gastronômico familiar”, diz a franqueada, que recebeu todo o respaldo necessário para abertura da unidade.

Autosserviço de chope artesanal

Uma das novidades que o Espaço Mestre-Cervejeiro.com Toledo oferece é o autosserviço de chope artesanal. Disponibilizado em 6 torneiras, o consumidor poderá adquirir um cartão pré-pago com o valor desejado e escolher quais dos chopes disponíveis são de sua preferência. Na tela, o cliente tem informações como o nome da cervejaria, do rótulo, estilo, teor alcoólico, descrição da cerveja, valor por ml, entre outras.

A nova loja do Mestre-Cervejeiro.com fica no Centro de Toledo (Rua Dom Pedro II, 3150), muito bem localizada, de frente para o Lago Municipal de Toledo. Vai funcionar de terça a domingo das 14 horas à meia-noite. Mais informações pelo site mestre-cervejeiro.com/lojas/espaco-mestre-cervejeiro-com-toledo-pr/.

Sobre a Rede

A Mestre-Cervejeiro.com é a maior rede de lojas de cervejas artesanais do Brasil, com mais de 60 unidades abertas em todo o país. A marca surgiu em 2004 como site de conteúdo e consultoria especializada em cervejas e em 2009 inaugurou a primeira loja física em Curitiba. Além do catálogo com mais de 3.500 rótulos de cervejas artesanais nacionais e importadas, a rede também disponibiliza snacks selecionados, presentes e acessórios.

Página 1 de 26

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br
(67) 99913-8196
Lucas Bertoletti
Email: lucas@douranews.com.br
(45) 99931-7131

Rua Guaíra , 1917
Jardim Pancera – Toledo - PR
CEP 85902-192
E-mail: jornaldetoledo@gmail.com